Data: 30 de abril de 2016 às 10:30

Este workshop trará exercícios e referências para destravar o traço e estimular a criatividade a partir da produção de desenhos à mão livre. Assim como o texto escrito é um meio para desenvolver e registrar pensamentos, o desenho é também acessível a todos como forma de buscar e aprimorar ideias. O workshop não é voltado exclusivamente para ilustradores e designers gráficos, seu principal objetivo é estimular a utilização do desenho como processo criativo. “Saber desenhar” não é um pré-requisito para o curso.

Para quem?
Profissionais de comunicação em geral e interessados em desenho e processos criativos.

Temas abordados:
Anotações intuitivas. Organização de esboços em conceitos imagéticos. Imagens como textos: entre o literal e o metafórico. Sketchbook e desenvolvimento do estilo. Profissionais do traço: ilustração, design gráfico e a contribuição do desenho em outras áreas de atuação – conversas sobre fluxos de trabalho com o desenho.

O que você precisa?
Lápis HB ou lapiseira, borracha, e folhas A4 (a partir de 90g). Caneta preta e lápis de cor são opcionais.

Vai rolar coffee break : )

Horário10:30 às 18:00 – Com horário de almoço 12:30 às 13:30 ( Carga Horária  de 7:30 + Certificado )

Binho Barreto : Nasceu e reside em Belo Horizonte. É artista visual e atua em diferentes meios como desenho, gravura, pintura e arte urbana. Desde 2008 ilustra semanalmente para o jornal Folha de S. Paulo (caderno Ilustrada).É formado em artes plásticas pela Escola Guignard/ UEMG e cursa mestrado em Arquitetura na UFMG. Estudou história da arte com o crítico e professor Rodrigo Naves e anatomia humana para desenho na Art Students League, em Nova York. Já participou de exposições no Brasil, França, Noruega e Estados Unidos. Teve trabalhos publicados nos livros: Los Logos 4, Disorder in Progress e Látex for Fun, pela editora Die-Gestalten da Alemanha.